top of page
  • Foto do escritorJuliana Bianchi

Inventário: judicial ou extrajudicial?

Atualizado: 8 de fev.

Neste artigo você encontrará:



O que é inventário


Quando uma pessoa tem bens, direitos e obrigações e ela morre, a transferência da propriedade deles para seus herdeiros deve ser feita de uma forma pública! Ou seja: o inventário nada mais é que o procedimento que apura todo o patrimônio (e as dívidas deixadas) para que, ao final, havendo saldo positivo, seja realizada a partilha!


O inventário pode ser feito por um processo judicial (aquele que é feito no fórum) ou extrajudicial (realizado em um cartório) e, em qualquer dos casos é obrigatória a presença de um advogado!


 

Importância da Análise Técnica


Apesar de ter se tornado muito popular, para que seja feito o inventário extrajudicial é necessário realizar uma análise técnica e minuciosa sobre a vida dos herdeiros e falecido pois existem situações que vão obrigar que o inventário seja feito judicialmente, como é o caso de existência de testamento, um herdeiro incapaz ou menor ou “briga” entre herdeiros, por exemplo.


E, é importante lembrar que através do inventário é que é possível vender um imóvel, um carro ou a movimentar as contas bancárias de um falecido.


Se você tem algum bens de herança,  não hesite em entrar em contato conosco. Estamos prontos para te auxiliar!


 


14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page